Português Italian English Spanish

Terremoto na Albânia mata 15 pessoas e deixa 600 feridos

Terremoto na Albânia mata 15 pessoas e deixa 600 feridos

Data de Publicação: 26 de novembro de 2019
As autoridades mobilizaram 300 militares para participar em operações de emergência

Na madrugada desta terça-feira (26), um terremoto na região da Albânia atingiu 6,4 graus de magnitude na escala Richter, deixando pelo menos 15 mortos e 600 feridos. O fenômeno ocorreu por volta das 4h, ou seja, 0h no horário de Brasília, no mar Adriático, a uma profundidade de 10 quilômetros. As informações foram divulgadas pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

Com o abalo, edifícios desabaram na região, provocando soterradas de vários pessoas pelos escombros. As autoridades mobilizaram 300 militares para participar em operações de emergência. Segundo um porta-voz do Ministério da Defesa, duas mulheres já foram encontradas mortas nos escombros de um prédio de Thumane e um homem morreu na cidade de Kurbin depois de entrar em pânico e saltar de um edifício.

Considerado um dos terremotos mais intensos na região de Durres desde 1926, o tremor também foi sentido na região dos Bálcãs, em Sarajevo (a 400 km de distância), na Bósnia e em Novi Sad (quase 700 km), na Sérvia, e na região de Puglia, no sul da Itália.

Centro Sismológico Euromediterrâneo divulgou que vários tremores secundários foram sentidos depois do primeiro. A mesma região da Albânia foi cenário em setembro de um terremoto de 5,6 graus, que na ocasião as autoridades consideraram o mais forte dos últimos 20 a 30 anos. Os Bálcãs são uma área de forte atividade sísmica, onde terremotos são frequentes.

 

As autoridades mobilizaram 300 militares para participar em operações de emergência

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário