Português Italian English Spanish

Ator e diretor Domingos Oliveira morre no Rio

Ator e diretor Domingos Oliveira morre no Rio


Informações preliminares indicam que o dramaturgo passou mal estar em casa

 

O dramaturgo Domingos Oliveira faleceu neste sábado (23), aos 83 anos. As informações preliminares indicam que o ator e diretor passou mal em casa, no Leblon, no Rio de Janeiro. Nos últimos anos, ele sofria de Mal de Parkinson e tinha mobilidade limitada. Apesar disso, não parou de trabalhar. 

De acordo com informações da TV Globo, o velório está previsto para à 20h deste sábado, no Teatro do Planetário, na Gávea.

Grande nome da TV, cinema e teatro brasileiro, Domingos Oliveira atuou pela primeira vez aos 12 anos, interpretando um cardeal português em "A ceia dos cardeais", de Júlio Dantas. A primeira peça de sua autoria foi "Somos todos do jardim de infância", em 1960, aclamada pela crítica e que marcou a carreira da atriz Leila Diniz, sua então esposa. Naquele ano, trabalhava como redator da revista Manchete, entrando para a Rede Globo três anos depois, sendo o segundo produtor contratado pela emissora. 

 

Ao longo da carreira, Domingos Oliveira trabalhou na produção do programa "Show da Noite" apresentado por Gláucio Gil. No cinema, entreou com o longa metragem "todas as mulheres do mundo", (1967), que recebeu 12 prêmios no Festival de Brasília.

Entre os trabalhos de direção estão os filmes "A culpa" (1971), vencedor da Estatueta Dama del Paraguas por sua fotografia no Festival de Barcelona e a minissérie "Contos de verão", na qual também atuou.

Na direção do Teatro do Planetário, Domingos Oliveira exibiu diversas peças de sua autoria. Entre os últimos trabalhos está a autobiográfica "Do fundo do lago escuro", na qual interpretou sua própria avó.

 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário