Português Italian English Spanish

Beber água pode ser tão prazeroso quanto fazer sexo, aponta estudo

Beber água pode ser tão prazeroso quanto fazer sexo, aponta estudo

Data de Publicação: 22 de julho de 2022 14:53:00
Pesquisadores descobriram que beber água com sede estimula a produção de dopamina, hormônio responsável pela sensação de prazer durante o sexo

 

Você sabia que se hidratar após sentir bastante sede pode causar o mesmo efeito que o sexo? Um estudo recente publicado na revista Nature aponta que beber água libera dopamina, neurotransmissor associado ao sistema de recompensa do corpo e um dos responsáveis pela sensação de prazer.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia e do Howard Hughes Medical Institute, ambos em São Francisco, nos Estados Unidos, utilizaram camundongos sedentos para o estudo. Para analisar a produção de dopamina após a ingestão de água, os cientistas utilizaram uma tecnologia para monitorar as ondas que vinham da área tegmental ventral (VTA) no cérebro dos animais - esta é uma forma de medir qual a quantidade de dopamina produzida.

No experimento, os cientistas observaram que os níveis de produção de dopamina aumentaram assim que os camundongos começaram a beber água. A grande surpresa foi descobrir que, 10 minutos depois da ingestão do líquido, os níveis de dopamina aumentaram novamente - coincidindo com o tempo que levou para a água chegar ao cérebro dos animais.

Os cientistas repetiram o experimento, mas com a adição de sal à água. Como resultado, o aumento na dopamina foi muito menor devido ao impacto desidratante do sal.

Dopamina

A ciência já sabia que nosso cérebro também libera o neurotransmissor quando comemos algo que gostamos muito, geralmente doces ou alimentos gordurosos. A novidade foi descobrir que o cérebro entende um copo de água como recompensa durante a sensação de sede.

Além de agir como hormônio da recompensa, a dopamina também ensina a fazer a escolha certa. Os pesquisadores colocaram a água pura e a água com sal em garrafas de cores diferentes. Após várias sessões de experimento, os camundongos passaram a escolher somente a garrafa com água pura.

De acordo com os pesquisadores, isso indica que a produção de dopamina no VTA ajuda os camundongos a aprender qual líquido beber ou qual comida comer, para garantir que eles recebam água suficiente.

Beber água pode ser tão prazeroso quanto fazer sexo, aponta estudo

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário