Português Italian English Spanish

Médico é investigado por divulgar sexo com pacientes dentro do consultório

Médico é investigado por divulgar sexo com pacientes dentro do consultório

Data de Publicação: 25 de maio de 2022 14:44:00
As cenas explícitas são corriqueiramente publicadas pelo profissional de saúde em uma conta que ele mantém no Twitter

O Conselho Regional de Medicina (CRM-DF) investiga um médico que atua no Distrito Federal por supostamente fazer sexo com pacientes e até colegas de profissão nas dependências de uma clínica em que atendia. As cenas explícitas são corriqueiramente publicadas pelo profissional de saúde em uma conta que mantém no Twitter.

Identificado como Lino Neves – autodenominado “PeludoAN” (abreviação para Asa Norte, bairro de classe média alta de Brasília) –, o infectologista gosta de explorar o próprio fetiche: após registrar as relações sexuais, seja por foto ou vídeo, ele compartilha o conteúdo pornográfico no perfil, com direito a legendas provocativas. “Consultório me dá um tesão da p*”, diz o médico na autodescrição na rede social.

Durante as filmagens, Neves faz uso, na maior parte das vezes, de objetos bastante conhecidos da profissão: jaleco e o estetoscópio. Todo o aparato é utilizado para garantir que as cenas foram feitas no local de trabalho, no decorrer do plantão.

Nos vídeos, bastante explícitos, Neves foca em cenas de sexo oral, com direito a “happy end”. O perfil dos pacientes é variado: loiros, morenos, cabeludos ou carecas. O fetiche por homens casados é escancarado quando o personagem das filmagens é um paciente que usa uma aliança dourada na mão esquerda. “C* de casado é bom demais pra cair de cara”, escreveu o infectologista numa das legendas.

“Consultório, já viu: tesão na certa, com o tanto de macho gostoso que passa comigo”, diz ele em outra publicação. Entre os posts, há também registros de sexo grupal com outros homens. Estes, porém, feitos em ambiente doméstico.

Nos vídeos, expostos em perfil aberto, o especialista em infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) engole o sêmen de um suposto enfermeiro. “Se tem mamada, tem leitada. Tá aí o final da mamada com o enfermeiro no meio do plantão. Não resistiu ao meu oral, e ainda ganhei p* pra trabalhar até o final e feliz”, registrou em outra legenda.

Por uma questão de respeito ao leitor, a edição embaçou a imagem dos vídeos divulgados na conta secreta. A mais recente publicação é do dia 22 de maio (domingo).

CONFIRA ALGUMAS DAS IMAGENS DIVULGADAS:

 

Médico é investigado por divulgar sexo com pacientes dentro do consultório

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário