Português Italian English Spanish

Vídeo: Russos brigam por açúcar em supermercados após sanções contra Moscou

Vídeo: Russos brigam por açúcar em supermercados após sanções contra Moscou

Data de Publicação: 17 de março de 2022 18:18:00
Nas redes sociais, diversos vídeos e imagens da confusão foram compartilhados. Um dos vídeos que viralizou foi divulgado por Liubov Tsybulska, conselheiro do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia.

Clientes de um supermercado em Moscou, na Rússia, foram flagrados disputando sacos de açúcar nesta semana. A escassez do produto vem na esteira de uma série de sanções contra o país, após o presidente Vladimir Putin invadir a Ucrânia no último dia 24.

Nas redes sociais, diversos vídeos e imagens da confusão foram compartilhados. Um dos vídeos que viralizou foi divulgado por Liubov Tsybulska, conselheiro do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia.

“Pessoas em Moscou lutando por… AÇÚCAR. Bem, queridos cidadãos russos, isso está apenas começando”, escreveu Tsybulska.

Anna, uma moradora local que gravou a barulhenta briga, disse ao portal de notícias Podyom que as pessoas se comportaram de forma agressiva porque se assustam com prateleiras vazias.

“Havia prateleiras vazias – sem sal, sem açúcar, sem macarrão, sem trigo sarraceno e apenas arroz caro”, disse ela. “As pessoas de repente viram um carrinho com açúcar e correram em direção a ele. Eles atacaram este carrinho, empurrando uns aos outros agressivamente. Eles estavam pegando o máximo possível para si, não deixando açúcar para os outros”, afirmou Anna.

Os russos foram orientados a não acumular alimentos, mas há uma falta de confiança nas garantias oficiais de que não haverá falta de suplementos em meio às sanções ocidentais sobre a guerra.

 

Russos brigam por açúcar em supermercados após sanções contra Moscou

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário