Português Italian English Spanish

PSD fecha apoio na candidatura de Marquinhos Trad como governador em 2022

PSD fecha apoio na candidatura de Marquinhos Trad como governador em 2022

Data de Publicação: 26 de novembro de 2021 10:13:00
Dirigentes e lideranças nacionais referendam nome do prefeito para disputar governo de MS

 

Pela terceira vez neste ano dirigentes e lideranças nacionais do PSD cravaram seu apoio à candidatura de Marquinhos Trad ao governo de Mato Grosso do Sul. Ontem (quarta-feira, 24), em Brasília, durante encontro nacional para celebrar os 10 anos do partido no Centro de Convenções do Hotel Royal Tulip, o presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab, e o senador Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, defenderam a inclusão de cláusulas num manifesto que advoga o lançamento do maior número de candidatos pessedistas aos governos estaduais.

Anteriormente, neste ano e em outras duas ocasiões, Kassab já se havia pronunciado com a indicação de que a direção nacional considerava ajustada a candidatura do prefeito de Campo Grande. Desta vez, no encontro de Brasília, Kassab, Pacheco e outras lideranças influentes no País trataram o nome de Marquinhos como peça do time principal da sigla para as disputas estaduais majoritárias de 2022.

ACEITAÇÃO

O manifesto do PSD sugere, claramente, que candidaturas como a de Marquinhos Trad são fundamentais, pois seus dirigentes entendem que são nomes com aceitação maiúscula na sociedade e têm chances reais de êxito. O documento, divulgado durante o encontro, cita entre os objetivos político-eleitorais prioritários o lançamento de candidatura própria para presidente da República; a ampliação das bancadas nas Assembleias Legislativas, Senado e Câmara dos Deputados; e definir o maior número possível de candidaturas aos governos estaduais.

Este último item é sugestivo. As candidaturas próprias nas sucessões estaduais alimentam as campanhas das chapas proporcionais e dão maior visibilidade e inserção aos nomes que disputam vagas parlamentares de representação estadual e nacional. Segundo fontes ligadas ao PSD sul-mato-grossense, Marquinhos está pontuando com destaque na linha de frente da pré-temporada da corrida sucessória.

Analisam também os pessedistas locais que enquanto Marquinhos já está ungido pela direção nacional, alguns adversários ainda precisam destravar algumas barreiras em seus caminhos. O ex-governador André Puccinelli (MDB) faz sua pré-campanha, porém está no aguardo da manifestação oficial do partido. Eduardo Riedel (PSDB) segue atrelado ao papel de secretário de Estado (é da Pasta da Infraestrutura) e está proibido de fazer pré-campanha. Além disso, os tucanos de todo o Brasil ainda estão enganchados nas prévias para escolha do candidato à sucessão presidencial.

Algumas sinalizações do ingresso do prefeito campo-grandense no páreo eleitoral do ano que vem podem ser observadas ou traduzidas no dia-a-dia da política e da vida pública local. Nas sessões da Câmara Municipal, por exemplo, o comportamento e os discursos de vereadores denunciam a ansiedade ou a intenção de escancarar que a condição de pré- candidato já entrou na rotina de Marquinhos Trad. Outro sinal perceptível foi uma nota divulgada pela primeira-dama e presidente do Fundo de Apoio à Comunidade (FAC), Tatiana Trad, para negar que estaria escalada para ser a vice de Eduardo Riedel.

Para negar a suposta especulação, Tatiana escreveu esta mensagem, que pode servir para um bom exercício de leitura de entrelinhas: "Vou continuar caminhando ao lado do meu esposo e o PSD terá candidato ao Governo do Estado. Os nomes que vão compor a chapa serão escolhidos pensando no melhor para Mato Grosso do Sul e não por arranjos. A política não é um negócio e sim um instrumento para transformar vidas, uma oportunidade de servir ao próximo. O fato de o meu nome ser cogitado demonstra a importância do nosso trabalho ao lado do Marquinhos esses anos. Agradeço esse reconhecimento".

 

Rodrigo Pacheco cumprimenta Marquinhos Trad em evento nacional do PSD.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário