Português Italian English Spanish

Marketing digital está entre as profissões em alta neste ano

Marketing digital está entre as profissões em alta neste ano

Data de Publicação: 24 de novembro de 2021 09:33:00
Estudo publicado pelo LinkedIn em fevereiro de 2021 apontou 15 das profissões em alta para 2021.

Em fevereiro, o LinkedIn publicou estudo sobre profissões que teriam destaque neste ano. Foram analisados mais de 15 mil cargos e o período considerado foi de abril a outubro de 2020. Sendo o primeiro ano da pandemia de Covid-19, médicos e profissionais da saúde lideraram a lista, seguidos por profissionais de tecnologia. Na quinta e na sétima posição ficaram os especialistas de e-commerce e de marketing digital, respectivamente.

O levantamento apontou que a necessidade de levar os produtos – assim como os anúncios – aos consumidores em isolamento contribuiu para o aumento de 43% nas contratações para cargos ligados ao marketing digital. As cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre se destacaram nas contratações. O estudo destacou, ainda, que os principais conhecimentos solicitados foram em marketing de influência, marketing digital, experiência de usuário e SEO (Search Engine Optimization).

Termo conhecido por profissionais de marketing e mídia digital, o SEO, que em português pode ser traduzido por otimização para motores de busca, engloba ferramentas que ajudam páginas a aparecer primeiro nos resultados de buscas em sites de pesquisa como o Google e o Bing. Para exemplificar a importância de ser bem ranqueado, segundo o site Internet Live Stats, em 2000, o Google processava 32,8 milhões de buscas por dia. Atualmente, o número gira em torno de 3,5 bilhões de pesquisas diárias.

Estes números expressivos são levados em consideração por empresas na busca de estratégias voltadas a destacar seus produtos e conteúdos para o consumidor. Para exemplificar, segundo uma pesquisa recente, nove em cada dez brasileiros pesquisam na internet antes de fazer uma compra. Inclusive, 80% dos consumidores realizam uma busca pelo smartphone enquanto estão em uma loja. Os dados são da Math Ads, empresa especializada em gestão de mídias digitais

Fundador da Agência de SEO Planejador Web, Antonio Lopes, acrescenta: “O trabalho com palavras-chave exige atenção aos detalhes. De tempos em tempos, o Google altera ou adapta alguns dos parâmetros para seu ranqueamento. É importante apresentar conteúdo bem estruturado, informativo e confiável. Ter um site rápido e adaptado a smartphones é imprescindível. Pesquisas mostram que o celular é o meio mais usado para acesso à internet pelos brasileiros”, diz.

Sobre o mercado de trabalho, Antonio Lopes acredita que o marketing digital exige que os profissionais estejam atentos às novidades: “Se na maioria das áreas de atuação estar atualizado é importante, no marketing digital é essencial ter muita atenção às tendências, tanto dos buscadores, como ao que as pessoas estão buscando na web, sejam influenciadores, artistas ou temas de destaque na mídia”, afirma.

Ele cita como exemplo o Google Trends, site dedicado a apresentar os assuntos mais buscados diária, mensal e anualmente. “Ano passado, como era de se esperar, a palavra mais pesquisada no Brasil foi ‘coronavírus’. Também houve muitas buscas iniciadas por ‘aprender’. Aprender a tocar violão, a desenhar, a costurar etc. Ou ‘como fazer máscara de tecido’, ‘como fazer exercícios em casa’, entre outros. Enfim, criar conteúdos que ajudem as pessoas é um dos recursos para ranquear melhor. Tudo depende da estratégia”, finaliza.

O levantamento realizado pelo LinkedIn destaca, ainda, a tendência de migração de profissionais de comunicação, cientistas de dados e profissionais especializados em atendimento ao cliente para cargos relacionados ao e-commerce e ao marketing digital. Detalhes sobre a metodologia e mais dados podem ser encontrados neste link.

Para mais informações sobre SEO e marketing digital, basta acessar: https://planejadorweb.com.br/agencia-de-seo/.

 

Marketing digital está entre as profissões em alta neste ano

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário