Português Italian English Spanish

Filho do fundador das Casas Bahia admite que pagou R$800 mil por silêncio de vítimas de estupro

Filho do fundador das Casas Bahia admite que pagou R$800 mil por silêncio de vítimas de estupro

Data de Publicação: 3 de maio de 2021 10:01:00
Saul Klein é acusado de estupro por 32 mulheres

O filho do fundador das Casas Bahia, Saul Klein, de 67 anos, é acusado de estupro por 32 mulheres e admitiu em vídeo que pagou R$ 800 mil pelo silêncio de vítimas. Bem antes de ser denunciado pelo Ministério Público por estupro e aliciamento, em dezembro de 2020, ele firmou contratos com pelo menos duas mulheres, pagando R$ 800 mil a cada uma. As informações são do Universa, do portal UOL.

Em 2020, quando se candidatou a vice-prefeito de São Caetano do Sul, o empresário e herdeiro da rede varejista Casas Bahia declarou um patrimônio de R$ 61,6 milhões à Justiça Eleitoral. Com o documento, Universa apurou que Saul Klein firmou contratos com pelo menos duas das garotas que frequentavam sua casa no bairro nobre de Alphaville, em Barueri (SP), e também em seu sítio em Boituva (SP), pagando R$ 800 mil a cada uma delas em troca de silêncio sobre os casos de aliciamento e estupro.

No esquema, Klein recrutava mulheres pelas redes sociais para trabalhos como modelo, que na verdade era a forma de aliciá-las e estuprá-las. A Justiça já recebeu no mínimo duas ações cíveis, uma acusação criminal e cinco processos trabalhistas contra o herdeiro da Casas Bahia, todos relacionados ao suposto esquema de aliciamento e abusos.

 

Filho do fundador das Casas Bahia admite que pagou R$800 mil por silêncio de vítimas de estupro

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário