Português Italian English Spanish

Depois de chamar segurança de ‘urubu, negro, safado e macaco’, mulher pagará R$ 10 mil de indenização

Depois de chamar segurança de ‘urubu, negro, safado e macaco’, mulher pagará R$ 10 mil de indenização

Data de Publicação: 4 de julho de 2020 18:53:00
A injúria racial aconteceu em 2013. A mulher tentou usar o banheiro do estabelecimento e foi informada pelo segurança sobre uma taxa de R$ 0,50 pela utilização do espaço.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou uma mulher que chamou um segurança de um restaurante, em Belo Horizonte, de “urubu, negro, safado e macaco”. Agora, ela deve indenizar a vítima em R$ 10 mil reais. A cada dia de atraso no pagamento, é aplicada uma multa.  

A injúria racial aconteceu em 2013. A mulher tentou usar o banheiro do estabelecimento e foi informada pelo segurança sobre uma taxa de R$ 0,50 pela utilização do espaço. A Câmara Cível do TJMG informou que uma testemunha relatou que nesse momento a acusada se exaltou e disse as palavras racistas. 

A defesa da acusada enviou um recurso à Justiça e afirmou que os pontos levantados pelo segurança eram “frágeis”. A mulher alegou que, quando soube da taxa para o uso do banheiro, disse que o vigilante parecia um “chato de galocha”.  

A testemunha do segurança confirmou que a mulher proferiu as injúrias raciais.  

Sobre a cobrança de R$ 0,50 para o uso do banheiro, a vítima afirmou que, aos sábados, acontecia uma feira próxima ao restaurante e que era comum as pessoas pedirem para usar o banheiro do local. Com isso, a administração começou a cobrar a taxa.

Ainda disse que a mulher não estava consumindo no estabelecimento. 

O desembargador e relator do caso, Otavio Portes, a acusação é clara e que as testemunhas demonstraram certeza sobre as palavras usadas pela acusada. “Portanto, diferentemente do alegado pela parte autora, inexistem elementos capazes de retirar a credibilidade do depoimento utilizado como lastro para a condenação.”

Depois de chamar segurança de ‘urubu, negro, safado e macaco’, mulher pagará R$ 10 mil de indenização

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário