Português Italian English Spanish

Gilbert Durinho é diagnosticado com Covid-19 e não disputará cinturão no UFC 251

Gilbert Durinho é diagnosticado com Covid-19 e não disputará cinturão no UFC 251

Data de Publicação: 4 de julho de 2020 18:34:00
Ele testou positivo e não vai mais enfrentar o nigeriano Kamaru Usman na luta principal do UFC 251, em Abu Dhabi.

O brasileiro Gilbert Durinho teve adiado o seu sonho de disputar o cinturão dos meio-médios do UFC. O lutador testou positivo para o novo coronavírus e não vai mais enfrentar o nigeriano Kamaru Usman na luta principal do UFC 251, na “Ilha da Luta”, em Abu Dhabi, no próximo sábado (11/7).

“Notícias devastadoras. Não estou me sentindo bem, mas vou vencer esta batalha! Fiquem seguros lá fora! Muito amor”, escreveu Durinho em suas redes sociais. No evento, o lutador tentaria ser o primeiro brasileiro campeão do UFC na categoria.

Além de Durinho, também foram diagnosticados com a Covid-19 os seus dois treinadores Vagner Rocha e Greg Jones. Os três foram testados ao chegarem ao hotel em Las Vegas onde ficam os lutadores e os profissionais envolvidos no evento, cumprindo o procedimento estabelecido pelo Ultimate. A cidade americana é utilizada pela UFC como um dos pontos de embarque de voos fretados para Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Horas depois, o resultado deu positivo e eles tiveram seus nomes removidos da lista de embarque do voo com destino para o megaevento na Ilha da Luta.

Ainda não está definido se o UFC escolherá um substituto para Gilbert Durinho, ou se a luta contra Kamaru Usman será adiada para um evento futuro. A organização ainda deve se pronunciar oficialmente em breve sobre o assunto. Em suas redes sociais, os americanos Jorge Masvidal e Colby Covington se ofereceram para substituir o brasileiro e encarar o campeão dos meio-médios.

Outros casos confirmados

Durinho é o quarto lutador brasileiro infectado pelo coronavírus e retirado do evento na Ilha da Luta. Anderson Berija, Vinícius Mamute e Marina Rodriguez já haviam tido suas lutas canceladas por terem sido diagnosticados com a doença. 

Haverá ainda outras duas disputas valendo cinturões no UFC 251: a revanche entre o australiano Alexander Volkanovski e o americano Max Holloway, pelo título do peso-pena, e o combate entre o russo Petr Yan e o brasileiro José Aldo, valendo o título dos galos. Os confrontos serão disputados na Ilha de Yas, local que já recebe o GP de Abu Dhabi de Fórmula 1. A organização vai construir a sua própria infraestrutura, que incluirá hotel, instalações para treinamentos, restaurantes e até um octógono na areia. Devido à pandemia do novo coronavírus, o UFC também vai criar uma zona de segurança de cerca de 25 km².

Gilbert Durinho é diagnosticado com Covid-19 e não disputará cinturão no UFC 251

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário