Português Italian English Spanish

O que fazer quando ocorre intoxicação em gatos?

Data de Publicação: 29 de junho de 2020 15:56:00
Os animais podem se intoxicar ao engolir alguma coisa que achem gostosa, como uma barra de chocolate, isca de rato ou plantas venenosas.

Quem me acompanha no Instagram está sabendo que semana passada eu perdi meu gatinho por ter sofrido maus tratos na rua. Uma das suspeitas clínicas era intoxicação, e hoje eu resolvi falar um pouco sobre o assunto pois é uma coisa muito comum de acontecer e não ocorre somente em gatos que tem acesso á rua. Os animais podem se intoxicar ao engolir alguma coisa que achem gostosa, como uma barra de chocolate, isca de rato ou plantas venenosas.

Os gatos por serem mais ágeis e curiosos, têm mais facilidade de se intoxicar que os cães. De um modo mais típico, se expõem ao passar por alguma coisa, ou se raspar em uma planta tóxica, e depois engolir o tóxico ao se limparem.

O tóxicos produzem uma ampla gama de sintomas que podem se desenvolver em minutos ou apenas dias depois. Os sinais vão depender do tipo de substância tóxica, da quantidade de exposição e do animal em si.

A INTOXICAÇÃO É UMA EMERGÊNCIA E EXIGE UMA ATENÇÃO MÉDICA IMEDIATA, MAS VOCÊ PODE SALVAR A VIDA DO SEU ANIMAL COM UM PRONTO ATENDIMENTO, LIVRANDO-SE DO TÓXICO, NEUTRALIZANDO-O OU DILUINDO-O, PARA TER TEMPO DE PROCURAR AJUDA!

Fonte: Universo dos gatos

Produtos que causam envenenamento

  • Remédios para humanos, como ácido acetil salicílico e paracetamol
  • Produtos de limpeza, como água sanitária e cloro
  • Inseticidas
  • Arsênico
  • Comida para humanos que são proibidas para gatos, como doces e produtos industrializados
  • Insetos venenosos, como as cantáridas
  • Shampoo, condicionadores, sabonetes e detergentes
  • Plantas venenosas

Todos esses exemplos contêm químicos e enzimas tóxicas que o organismo do gato não consegue metabolizar, por isso são tão perigosos.

Sinais Clínicos

Vômitos e diarreias, às vezes com sangue; salivação excessiva; irritação gástrica; tosses e espirros; dificuldade para respirar; pupilas dilatadas; convulsões, tremores e espasmos musculares involuntários; presença de espuma na boca; vontade frequente de urinar e dificuldade de coordenação nas extremidades por problemas neurológicos são alguns dos sintomas mais comuns.

Além deles, o gato pode ficar depressivo, debilitado e perder a consciência em alguns momentos. Se o produto entrou em contato com a pele, a região também pode ficar irritada e vermelha. 

Fonte: Petz

Meu gato ingeriu uma substância tóxica, o que faço?

Faça seu animal vomitar. Faça isso somente se você viu o que o animal ingeriu e se você tem certeza que não foi uma substância cáustica! Fazê-lo vomitar é a melhor maneira de tratar a maioria dos tóxicos ingeridos. Provoque o vômito somente se seu gatinho estiver totalmente acordado, pois um animal zonzo pode inalar o material vomitado na hora em que ele estiver sendo posto pra fora e sufocar.

Em primeiro lugar dê uma ligeira refeição ao seu gato. Se ele não quiser comer, ofereça algo especial que ele adore. A comida no estômago não somente ajuda a diluir o tóxico, retardando sua absorção, como o fato de ter algo no estômago facilita provocar o vômito. Dê água oxigenada 10 vol. (1 colher de chá para cada 5 kg de peso) para que ele vomite. Use um conta gotas ou seringa sem agulha para aplicar o líquido no fundo de sua garganta. Ele deverá vomita em 5 minutos. Se necessário repita de 2 a 3 vezes, deixando espaço de 5 minutos entre as doses.

Dê a embalagem para o veterinário. Muitas substâncias tóxicas tem antídotos específicos, portanto é importante que a toxina seja identificada. Leve a embalagem do tóxico ao veterinário.

Se seu animal tiver engolido uma substância cáustica. Alguns venenos cáusticos, como alvejantes e amônias, queimam quando descem pela garganta e causam o mesmo estrago ao fazerem o caminho de volta. Não provoque vômito se você desconfia que seu animal tenha engolido esses tipos de tóxico. Embeba um pedaço de pão em 2 colheres de óleo vegetal ou mineral. O óleo ajuda a revestir o estômago e os intestinos, retardando a absorção do veneno. Os animais nunca engolem material cáustico por vontade própria, no máximo podem sofrer queimaduras na boca ao experimentá-lo. Faça-o tomar o máximo de água possível para diluir o veneno e enxaguar a boca.

Tóxico no pelo ou na pele.  O melhor pronto atendimento é dar-lhe um banho. A maioria dos produtos contra pulgas são á base de óleo, e seu uso inadequado pode causar intoxicação pela absorção através da pele. Use um shampoo para cabelos oleosos ou um detergente para retirar tóxicos tópicos. Não esqueça de enxaguar muito bem.

 

Dica importante:

O carvão ativado funciona bem como antídoto para muitos tipos de veneno mas a sua forma em tablets não é suficiente, sendo indicada uma suspensão líquida chamada Enterex (encontrada em petshops e casas veterinárias). Recomendo muito que você tenha esse produto em sua farmacinha em casa pois quando não houver veterinário disponível esse produto pode salvar a vida do seu animal.

E lembre-se que todo esse pronto atendimento não descarta a ida ao Médico veterinário, pois a intoxicação é uma emergência!

Gostou na matéria ? Me siga no Instagram para muito mais dicas sobre os Pets @thaysarantess. E eu usei como fonte o livro Primeiros Socorros para Cães e gatos de Amy D. Shojai

(Por Thays Arantes - Colunista)

 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário