Português Italian English Spanish

Colheita da soja avança pelo Brasil; confira como fica o clima

Colheita da soja avança pelo Brasil; confira como fica o clima

Data de Publicação: 25 de fevereiro de 2020 09:29:00
Confira a previsão de tempo especial para as diversas regiões produtoras da oleaginosa

Prestes a se tornar o maior produtor de soja do mundo nesta safra, somando 123,2 milhões de toneladas, segundo levantamento de fevereiro da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a colheita avança pelo país e os produtores estão de olho no clima.

O início da última semana do mês é marcado com o friozinho perdendo intensidade na região Sul. Chove na metade norte gaúcha, em Santa Catarina e no Paraná devido à atuação de instabilidades em altos níveis. Mas serão pancadas rápidas, isoladas e sem grandes acumulados.

Enquanto isso, o tempo firme segue predominando na metade sul gaúcha, por conta de uma massa de ar seco que inibe a formação de instabilidades.

No Rio Grande do Sul, onde o plantio da soja é mais tardio, as lavouras estão em fase de enchimento e sofrem com a falta de chuva mais volumosa. O Paraná já colheu 17%, e Santa Catarina, cerca de 5%. As informações são da consultoria Safras & Mercado.

O início de semana no Sudeste é marcado por chuva forte e volumosa entre o norte de São Paulo e o Triângulo Mineiro, assim como no Rio de Janeiro. Em em alguns pontos de São Paulo e de Minas Gerais, a soja está na fase final de enchimento. A colheita está começando mais tardiamente por conta do atraso do plantio. São Paulo colheu cerca de 10% e Minas Gerias, apenas 8%. A chuva não chega a atrapalhar as atividades no campo.

O Centro-Oeste, puxado por Mato Grosso, é a região que mais avança na colheita da soja. Esse estado já colheu mais de 60% da soja; Mato Grosso do Sul,em torno de 18%, enquanto em Goiás o total até agora é de 20%. Nos próximos dias as colheitadeiras devem intensificar os trabalhos de campo. A previsão é de chuva mais volumosa, inclusive com risco de temporais. As atividades podem ser paralisadas em alguns momentos, mas nada que chegue a atrasar a colheita. Em Diamantino (MT), tem produtor colhendo mesmo com alta umidade, que está em torno de 22%, o que pode trazer prejuízos para a qualidade.

No Nordeste, há possibilidade de pancadas de chuva, graças à atuação de instabilidades em altos níveis da atmosfera. Maranhão, Piauí, Tocantins e Paraíba têm volumes acima da média para esta época do ano, por causa da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). No Maranhão, a colheita começa aos poucos, atingindo agora 11%. Piauí e Tocantins também iniciaram as atividades recentemente, chegando a cerca de 5% da área total.

Fonte: Canal Rural

 

Colheita da soja avança pelo Brasil; confira como fica o clima

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário