Português Italian English Spanish

Não compare o seu início com o meio de alguém

Data de Publicação: 23 de janeiro de 2020
Compare-se com o que você era ontem e não com onde já estão as outras pessoas.

Se eu pudesse te dar um só conselho diria: Não compare o seu início com o meio de alguém. Compare-se com o que você era ontem e não com onde já estão as outras pessoas.

Trouxe 3 dicas simples para você não se sabotar desta forma:

1 – Pare de se comparar aos outros: Todos nós somos diferentes uns dos outros. Cada um com as nossas características que nos tornam únicos e especiais. Ninguém é melhor do que ninguém. A busca incessante pela comparação só enfraquece nossa autoestima. Só vale a pena fazer comparações se a finalidade for para obter uma aprendizagem positiva e prática!

2 – Procure ser cada dia melhor: Concentre-se em melhorar aquilo que você considera que não está bom, que não está te fazendo feliz. Esta forma permite evoluir tanto interna como externamente. Identifique o que você gostaria de mudar ou conseguir. Em seguida, trace um plano de ação para começar a avançar nas mudanças necessárias para alcançar seu objetivo. Isso vale para vida pessoal e profissional. Quais problemas da sua vida pessoal você precisa resolver para ficar em paz? O que você pode aprender de novo na sua área?

3 – Não seja tão duro com você: Muitas vezes nós somos muito mais exigentes com a gente do que com os outros. Se um colega de trabalho cometeu um pequeno deslize, você não vai repreendê-lo infinitamente. Mas e porque quando você comete o erro, parece que o mundo acabou? Você merece o mesmo tratamento – não se abata. Em vez disso, trate-se com compaixão. Todo mundo erra. Faz parte da vida. Aprenda com os erros e tente fazer melhor na próxima vez. Ficar reclamando é perda de tempo… E o nosso tempo é precioso, não é verdade?

Sim! Busque se conhecer e pare de se comparar. A jornada do autoconhecimento é o que nos conecta a nossa verdadeira essência. E olha só uma coisa que aprendi: A nossa essência sabe que o que nos liberta é a disciplina unida com o amor próprio! Uau, o quão paradoxal era isso pra mim. Ser disciplinada e fazer a mesma coisa todos os dias por amor próprio é ser livre. Pois é assim que eu me entendo, é assim que eu me conheço e é isso que vejo no meu dia-a-dia como coach. Apenas se aprofundando verdadeiramente em se conhecer e a se autodisciplinar, é possível chegar em uma verdadeira transformação. 

Portanto, paciência, resiliência e persistência... Continue, não desista. Dê o seu melhor. Procure excelência nos menores detalhes e nunca se esqueça de fazer tudo isso pelo amor que você tem a si mesmo. O microcosmos que você está cuidando se desdobrará em um macrocosmos cheio de surpresas incríveis diante de ti. O caminho é belo e a jornada para dentro de você está só começando. É isso que vai trazer a tona ao plano da realidade o que você tanto deseja: Autoconhecimento + Reflexão + Ação (E repetição)! E eu sei o caminho e quero te mostrar. Vem comigo?

(Por Gisella Campos - Colunista)

 

Não compare o seu início com o meio de alguém

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário