Português Italian English Spanish

Descoberto um novo tipo de HIV pela 1ª vez em 20 anos

Descoberto um novo tipo de HIV pela 1ª vez em 20 anos

Data de Publicação: 7 de novembro de 2019 O subtipo já havia sido identificado nos anos 80, mas não havia amostras suficientes para estudá-lo

Um novo tipo do vírus HIV, causador da AIDS, foi descoberto por cientistas pela primeira vez em quase 20 anos. O estudo comandado por pesquisadores da Abbott, companhia americana da área de saúde, foi publicado no jornal científico JAIDS (Journal of Acquired Immune Deficiency Syndromes) nesta quarta-feira (6). O artigo mostra que a nova cepa, apelidada de L, pertence ao grupo M – um dos quadro grupos em que se subdivide o vírus.

Uma pequena quantidade do subtipo L já havia sido coletada na década de 80, mas, além de serem poucas amostras, na época, ainda não era possível sequenciar genomas, o que fez com que os estudos fossem deixados de lado. Atualmente, com a tecnologia muito avançada para esse processo, cientistas finalmente conseguiram estudar a fundo o novo tipo, realizando sequenciamentos completos de forma rápida e barata.

Como agora a nova cepa já foi identificada, com acompanhamento de médicos e cientistas, novas pandemias do vírus podem ser contidas mais facilmente e, no futuro, novos medicamentos e vacinas mais avançadas poderão ser criadas.

O programa da Abbott, que estava estudando o vírus há 25 anos, tem como objetivo monitorar o HIV e o vírus da hepatite. Segundo Mary Rodgers, bióloga chefe do Programa Global de Vigilância Viral da Abbott e cientista principal do estudo, foram coletadas mais de 78 mil amostras de vírus nesses anos. “Graças aos esforços da comunidade global da área da saúde nas últimas décadas, a meta de acabar com a pandemia de HIV está se tornando atingível”, disse ela em entrevista a VEJA.

No Brasil, quase 870 mil pessoas convivem com o HIV, enquanto o número de pessoas no mundo com o vírus da imunodeficiência humana ultrapassa 37 milhões. Por isso, Mary salientou que, mesmo com os avanços, é necessário continuarmos vigilantes. “A nossa descoberta foi só o primeiro passo. Agora, podemos focar em novos tratamentos e vacinas para esse subtipo, o que já representa uma melhoria”, finalizou.

 

Descoberto um novo tipo de HIV pela 1ª vez em 20 anos

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário