Português Italian English Spanish

Pais que filmaram criança sendo espancada serão indiciados

Pais que filmaram criança sendo espancada serão indiciados

Data de Publicação: 20 de setembro de 2019 As imagens foram feitas pelo padrasto enquanto a mãe agredia o filho de 8 anos

casal que registrou o filho, de apenas oito anos, sendo espancado, em São José dos Pinhais, na Região metropolitana de Curitiba, será indiciado por tortura. O delegado informou que a mãe, que aparece agredindo, já foi indiciada e agora será a vez do padrasto, que realizou as filmagens. Os três filhos do casal foram encaminhados a uma abrigo, após a mulher perder a guarda.

Nesta sexta-feira (20), o delegado Amadeu Trevisan revelou que arquivos no celular do padrasto comprovam que esta não foi a primeira vez que as crianças foram agredidas, “fato foi além de maus-tratos”.

Pais serão indiciados por tortura

O vídeo (assista abaixo) da criança sendo espancada pela mãe é chocante. O registro foi divulgado nesta semana pelo padrasto, que inclusive é o autor das filmagens, após a mulher decidir pela separação. Insatisfeito, o homem resolveu expor a situação de como a mulher tratava os filhos.

Na quarta-feira (18), a mãe das crianças prestou depoimento na delegacia e acabou indiciada por tortura, além de perder de imediato a guarda dos três filhos. Já nesta sexta-feira (20), foi a vez do padrasto do menino agredido conversar com a investigação. Segundo o delegado, o homem apresentou novas fotos e vídeos de agressões, o que comprova que ele não fez nada para impedir.

Com a constatação, o homem, que é padrasto do menino de oito anos e pai da menina de quatro anos e do bebê de 10 meses, também será indiciado por tortura

Confira mais informações e o vídeo da criança sendo espancada: 

     

Pais que filmaram criança sendo espancada serão indiciados

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário