Português Italian English Spanish

Gangues pagam adolescentes para esfaquear rivais

Gangues pagam adolescentes para esfaquear rivais

Data de Publicação: 18 de junho de 2019 Tática, em que menores recebem mil libras para atacar pessoas consideradas rivais pelos chefes das gangues foi revelada em um podcast da BBC

Jovens frequentemente menores de idade que vivem em Liverpool recebem dinheiro de chefes de gangues para esfaquear alguns de seus alvos, segundo informou nesta segunda-feira (17) a "BBC".

Em seu podcast "Beyond Today", a emissora revela conversas com menores que afirmam que podem receber até 1 mil libras (R$ 4,9 mil) de "recompensa" por esfaquear outra pessoa, considerada inimiga pela gangue.

Segundo a "BBC", estes "trabalhos sujos" são oferecidos por chefes de grupos criminosos conhecidos como "os maiorais", que fixam um preço pela morte de seus alvos, frequentemente também jovens menores de 18 anos.

Desta forma, os criminosos mais velhos evitam praticar eles mesmos estes ataques e para não serem detidos pela, explicou a emissora.

Em entrevista à "BBC", a polícia do condado de Merseyside reconhece que as gangues "exploram jovens vulneráveis tanto para vender drogas como para atos de violência".

No ano passado, esta região da Inglaterra, onde fica Liverpool, teve um aumento de 35% dos crimes com arma branca, com um total de 1.231 ocorrências.

Os ataques com faca entre jovens são um problema em todo o Reino Unido e em 2018 foram registrados 22.041 no território de Inglaterra e Gales, o número mais alto desde 2010.

Entre sexta-feira e hoje, 11 pessoas foram detidas em Londres pela suposta relação com o assassinato de quatro jovens, dois deles de menos de 20 anos, em três ataques com faca e um com arma de fogo cometido em diferentes pontos da cidade.

Com estas mortes, sobe para 57 o número de homicídios na capital britânica neste ano, abaixo dos 77 do mesmo período em 2018.

 

Liverpool

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário