Português Italian English Spanish

Bill de Blasio chama Bolsonaro de 'ser humano perigoso'

Bill de Blasio chama Bolsonaro de 'ser humano perigoso'

Bill de Blasio pediu o cancelamento de uma homenagem ao presidente brasileiro que deve acontecer no Museu de História Natural norte-americano

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse neste sábado que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) é um "ser humano perigoso" e pediu o cancelamento de uma homenagem que deve ser feita ao brasileiro no Museu de História Natural no dia 14 de maio. 

"Bolsonaro não é perigoso somente por causa de seu racismo e homofobia evidentes. Infelizmente, ele também é a pessoa com maior poder de impacto sobre o que se passará na Amazônia daqui para a frente", disse De Blasio durante uma entrevista à emissora de rádio WNYC. 

O prefeito ainda falou sobre a cerimônia da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos que deve homenagear Bolsonaro como "Personalidade do Ano". O evento acontecerá no Museu de História Natural, em Nova York. A página oficial da instituição também demonstrou "preocupação" com a homenagem.

"O evento externo e privado, no qual o atual presidente do Brasil será homenageado, foi reservado no Museu antes de o homenageado ser escolhido. Estamos profundamente preocupados e estamos explorando nossas opções", publicou a instituição nas redes sociais.

Também no Twitter, o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, disse o as críticas acontecem por causa de um "movimento globalista."

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário