Português Italian English Spanish

Empresas do Japão querem investir no Brasil

Empresas do Japão querem investir no Brasil

Informação é do embaixador Akira Yamada, que fala sobre a relação dos dois países

Jair Bolsonaro isentou os japoneses da exigência do visto de turismo e de negócios na semana passada, levando o embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, falar sobre o número de executivos japoneses que pensa em vir para o país e conhecer os projetos brasileiros, com objetivo de eventualmente investir. 

Ainda segundo o embaixador, os investimentos estão ligados às reformas da Previdência e Tributária em tramitação no Congresso Nacional.

"O governo Bolsonaro está apenas começando, espero que o novo governo tenha uma política de liberação da economia e política de livre comércio", afirmou Yamada, informando que as empresas observam o Brasil com "muita expectativa, disse à Agência Brasil.

"Se a política se estabiliza e a economia caminhar bem não só as empresas japonesas, mas muitas companhias do mundo terão muito interesse em investir no Brasil."

Existem, hoje, mais ou menos 700 empresas japonesas no Brasil, mas esse número não cresce há cinco aos. 

"Compartilhamos valores fundamentais básicos como democracia, direitos humanos e justiça. Queremos desenvolver ainda mais essa parceria não só no contexto bilateral mas nos fóruns internacionais."

Como o governo dos Estados Unidos, o embaixador disse que o Japão apoia a entrada do Brasil no grupo de países que ajuda para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

"As empresas japonesas têm muito interesse em investir no Brasil agora. Sinto que o interesse de empresas japonesas sobre o Brasil está se recuperando", disse. Segundo o diplomata, existe um interesse mundial no Brasil. 

*Por Agência Brasil

 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário