Português Italian English Spanish

Bolsonaro diz que Brasil 'não deve nada' em preservação do meio ambiente

Bolsonaro diz que Brasil 'não deve nada' em preservação do meio ambiente

'Temos essa preocupação, mas, juntamente com ela, temos a preocupação com o desenvolvimento', disse em entrevista

O presidente Jair Bolsonaro agradeceu neste sábado o Chile por sediar o encontro sobre mudança climática COP25 que ele se recusou organizar e advertiu que o Brasil "não deve nada" em preservação do meio ambiente.

A declaração foi feita durante um pronunciamento ao lado do presidente chileno, Sebastián Piñera, no encerramento da visita do dirigente brasileiro a Santiago, onde participou de uma reunião de cúpula de líderes da América do Sul para a criação da Prosul, um grupo lançado pelos governos de direita da região.

"Quero agradecer a vossa excelência por ter abraçado a COP25. Compareceremos com muita satisfação à COP25 e, com toda a certeza, todos ganharão. Muito obrigado por ter aceitado a incumbência", disse Bolsonaro a Piñera.

"O Brasil nada deve ao mundo no tocante da preservação do meio ambiente. Temos essa preocupação, mas, juntamente com ela, temos a preocupação com o desenvolvimento".


Acordos
No discurso, Bolsonaro afirmou que o governo brasileiro não poderá assinar um acordo com objetivos que são "impossíveis de serem atingidos".

"O Brasil nada deve ao mundo no tocante da preservação do meio ambiente. Temos essa preocupação, mas, juntamente com ela, temos a preocupação com o desenvolvimento", acrescentou.

Conhecido por criticar o acordo de Paris sobre a mudança climática e sua tensa relação com ambientalistas, Bolsonaro disse: "Minha grande preocupação é a região amazônica", que "não pode continuar em risco de ser internacionalizada", mas afirmou que está disposto a fechar acordos sobre biodiversidade com outros países.

Bolsonaro recebeu elogios do presidente chileno, após a assinatura de vários acordos bilaterais que buscam melhorar a dinâmica comercial entre ambas nações.

Piñera destacou que Brasil é o principal parceiro comercial do Chile na América Latina e é o principal destino dos investimentos do país no exterior.

O líder chileno aproveitou o momento para anunciar também que decidiu com Bolsonaro o envio, nos próximos dias, ao Congresso do país o Tratado de Lire Comércio assinado por ambas nações em novembro do ano pasado.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário